Recovery Toolbox for Access – Ajuda online

Recovery Toolbox for Access (Descarregar) é utilizada para recuperar informação de ficheiros de base de dados corrompidos do Microsoft Access, nos formatos *.mdb, *.accdb.

A ferramenta é capaz de realizar as seguintes operações:

  1. Recuperação da estrutura da tabela original (índices e outro parâmetros)
  2. Recuperação do conteúdo da tabela
  3. Recuperação de consultas, com excepção das consultas utilizadas em relatórios e formulários
  4. Recuperação de relações, com excepção das relações que são utilizadas para mostrar conteúdo

O manual passo a passo para Recovery Toolbox for Access

Pode recuperar uma base de dados corrompida em pequenos e simples passos:

Passo 1. Seleccionar um ficheiro-fonte para processamento

Quando a Recovery Toolbox for Access é iniciada, os utilizadores vêem uma janela com a opção para seleccionar um ficheiro para processamento.

O caminho para o ficheiro-fonte e o seu nome são introduzidos com a ajuda do teclado no campo de entrada. Alternativamente, pode utilizar a caixa de diálogo padrão, carregando no botão correspondente .

Os utilizadores também podem abrir um dos ficheiros-fonte processados anteriormente - a lista é mostrada num campo .

Quando o ficheiro-fonte é seleccionado, os utilizadores podem carregar no botão Next (Avançar) e avançar para o próximo passo no processo da recuperação.

Passo 2. Antevisão da estrutura da informação extraída do ficheiro de base de dados danificado

O modo de pré-visualização permite ver a estrutura do ficheiro no formato que será gravado

No lado esquerdo, os utilizadores podem ver a estrutura da base de dados no formato de uma árvore e pode-se visualizar informação detalhada acerca de cada objecto da base de dados. O formato em árvore consiste em três ramos principais: Relações, Consultas e Tabelas.

Quando selecciona uma tabela, a janela assume a forma que a vê nesta imagem. Parâmetros como o nome da tabela e as colunas correspondentes podem ser encontrados numa das secções da janela (painel superior direito). Os registos da tabela podem ser visualizados na secção correspondente na janela (painel inferior direito). Se quiser ver todos os registos da tabela, por favor utilize a caixa de verificação colocada no topo da lista de registos.

Além disto, poderá abrir a secção dos Índices para visualizar a Chave Primária, tal como colunas indexadas, visualizadas de acordo com os seus nomes. A segunda secção do ecrã contém o índice dos nomes e vários parâmetros relacionados. Especificamente, mostra que colunas constituem o índice, mostra se a coluna indicada é necessária, se as colunas devem ser únicas e se a coluna contém uma chave primária. Se não houver um índice criado para a tabela, a secção dos Índices aparecerá vazia. Neste caso, não serão mostrados valores da base de dados quando o índice for seleccionado.

Quando é seleccionada uma consulta, o painel inferior direito da janela não será mostrado, ao passo que no painel superior direito será mostrado o nome da consulta seleccionada e o código SQL relacionado

Se seleccionar uma das relações, o painel superior direito vai mostrar os nomes da relação correspondente, tabelas de referência e as colunas.

Clique em Next (Avançar) para continuar com o processo de configuração da recuperação.

Passo 3. Escolher um ficheiro para gravar a informação previamente extraída

Quando a acaba de pré-visualizar a estrutura da base de dados, a aplicação solicitará que escolha o nome e o destino do ficheiro de saída que será utilizado para gravar a informação recuperada.

Poderá não modificar as definições - neste caso, a aplicação gravará o ficheiro de saída na mesma pasta do ficheiro-fonte. O nome do ficheiro será composto pelo nome do ficheiro original, com o sufixo _repaired.

Por favor, especifique o destino e o nome do ficheiro no campo de entrada para gravar a informação recuperada. Além disso, poderá usar o diálogo padrão para gravar ficheiros - basta clicar no ícone . Por favor, carregue no botão Recover (Recuperar), para começar o processo de recuperação.

Se o nome escolhido para o ficheiro já existir no caminho especificado, visualizará uma mensagem de aviso. Poderá voltar para o passo anterior e especificar um novo nome e/ou caminho.

Passo 4. Visualizar o relatório de final recuperação

O processo de recuperação ocorre durante esta etapa.

Quando o processo de recuperação é iniciado, a Recovery Toolbox for Access mostra mensagens na janela do relatório. Além disso, estas mensagens são gravadas no ficheiro Err.log, localizado na pasta da Recovery Toolbox for Access. Se o ficheiro já existir, a nova informação ficará agregada ao ficheiro. Quando um novo processo é iniciado, conterá um campo com a data.

Existem três tipos de mensagem:

  • A fonte a negrito significa que um grupo de informação foi recuperado. Os utilizadores vêem estas mensagens quando a ferramenta começa a recuperar uma sequência de dados do mesmo tipo, por exemplo, tabelas ou consultas.
  • As mensagens de recuperação de elementos são mostradas num tipo de fonte normal. Estas notificações informam o utilizador que um grupo de elementos foi recuperado - por exemplo, a estrutura de uma tabela ou uma consulta. Para simplificar a estrutura do relatório, estas notificações não são mostradas durante a recuperação das tabelas.
  • A fonte a vermelho significa um erro. Se o programa não conseguir recuperar informação específica ou outros erros acontecerem, a notificação correspondente será mostrada no relatório. Estas notificações são marcadas com uma linha $Error$ no ficheiro Err.log.

A Recovery Toolbox for Access não recupera informação de ficheiros encriptados. Ficheiros desencriptados e protegidos com palavra-passe podem ser recuperados, mas as palavras-passe serão perdidas. Além disso, o programa não recupera relatórios, páginas, módulos, macros, ligações e campos que fazem a referência a outras bases de dados, características específicas do Access para mostrar elementos no campo de edição e restrições utilizadas para selecção de valores.

Passo 5. Última etapa

Se já consultou o relatório, pode finalizar o processo carregando no botão Exit (Sair) ou seleccionando File (Ficheiro) | Exit (Sair). Também pode retroceder utilizado o botão Back (Voltar) e especificar outro ficheiro para processar. Por favor, tome em atenção que o ficheiro e a pasta em que ele está armazenado não mudam automaticamente, por isso precisa de modificar estes parâmetros manualmente ou recorrendo ao diálogo do explorador.